sexta-feira, outubro 14, 2005

sail it!

Precisamente no momento que penso que não escutarei mais nada novo, a música me mostra mais um tipo de onda preu surfar.

O mundo é grande mesmo, como dizem? Eu quero ser um explorador, mas eu me sinto de alguma forma preso. Isso é muito estranho. Eu não me considero um medrosão. Seria isso medo? Ou seria um tipo de conservadorismo que eu mesmo plantei na minha esquisita infância? Porque eu não tenho ninguém para culpar. Talvez seja.

Mas eu acho que o mundo hoje exige muito da pessoa. Admiro muito aqueles que conseguem se dar bem nas coisas, pintar sua arte no quadro da vida, e ainda viajar a pé, tudo ao mesmo tempo. Mais ainda os que fazem elas mixadamente. Eu não consigo, ou me falta confiança. Ou até mesmo inteligência.

Mas eu não desistirei. Faço até mesmo sozinho e às cegas, mas eu conseguirei. Tudo a seu tempo. É verdade que os experientes se lamentarem, mas acho que a culpa é deles de não manterem o espírito infantil intacto. Até mesmo porque os que mantém e que eu conheço não se lamentam nem um pouco.

...

Os ventos sopram para estibordo. O capitão está sentado, tranquilo. Ele sonha com mares no céu. O destino deveria ser a bombordo.

music of the day: Bate Tambor! (o 3o bloco é muito bacana!)

"Mentira de água é matar a sede."
Vital Farias - Sete Cantigas para Voar

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home