sexta-feira, fevereiro 23, 2007

explain it!

Hoje comprei um vasinho com violetas. Violetas é o q diz o plástico q vem em volta, a cor é bem bonita, mas as violetas que conheço tem formato diferente. E não, não é de plástico, e pode morrer se não cuidar. E até desconfio mesmo cuidando pois não sei adubar num vaso tão pequeno, num quarto nada arejado, exceto por ventiladores, como o meu.

E aqui está ele em cima da mesa, ameaçado por minha posse. Aguar 2 vezes por semana, adubar uma vez por mês. Raios, qt de água é bom colocar?

Bom, desisti de comprar pizza e sardinha e comprei batatas e beterraba para o almoço para este fds.

Gostaria de ter falado com samir neste feriado. Queria saber o q dizer para Manoela. Poder dar tchau pra Camila que se vai. Queria ter combinado as coisas com Silvio e com Erick. Queria fazer (e saber qd fazer) o lual lá em casa em natal. Queria ter dito as pessoas da excursão que achei massa ficar com eles, sem exceção e queria ter sido menos estranho que o usual. Saber conversar. Cozinhar. Queria me formar - e me trancar e concentrar pra isso. Queria saber namorar.

Queria conseguir versos, descrever pq o carnaval foi melhor melhor que o anterior, saber programar rapidamente, escrever meu livro sobre Nara, zerar algum final fantasy...

Durante o carnaval, meu cabelo não coçava mais de caspa, não sentia mais nervosismo algum, me sentia livre, e livre tentei ser sem ligar para o desequilíbrio de meu poleiro. Não consegui, mas também não deixei de dar uma avoada. Nem quando meu novo celular velho de minha mãe foi roubado.

Agora eu voltei pra cá, e mesmo não tendo feito grande coisa, a caspa voltou forte. A cidade me dá abuso e tenho medo de estar estressado e ficar brigando besteira com Isaac ou Júlio.

Preciso terminar logo com os períodos. Não me sinto a vontade de comemorar nada, não sinto merecimento algum com uma formatura. Eu sei que ninguém há de repreender por nada desse mundo, mas ainda assim, eu sinto é vergonha, simples e quase pura, pois ainda se mistura com culpa.

Já houveram muitos posts dignos desde o último. Precisava me expor aqui, antes de o blogger achar que meu blog morreu. Preciso. É preciso reclusão de minha parte para achar alguma porção de felicidade que deve andar por aí. Achar esse passarinho feio que nem pardal. Feio e pequeno, e por isso, livre. Explicar pq meu relapso com amizades e relacionamentos. Não basta.

Quero terminar isso daqui tudo. Muito. Essa é a verdade.

Queria que a violeta não morresse.

music of the day: Habib Koité & Bamada - Kumbin

"Cada hora fere. A última mata."
Ditado antigo

4 Comments:

Anonymous Martché said...

Fazia tempo que eu não vinha aqui, mas agora com o computador novo já entrou pros favoritos.

Me desculpe por eu ser tão esquecido, às vezes simplesmente me esqueço de que vc é sensacional.

Abraço Simão!

11:05 PM  
Anonymous Ana luiza said...

Eu também não quero que a violeta morra!

E eu tbm sinto-me triste com meu curso interminável... e olha que ele é curto e eu já to na metade. Mas sinto-me incapaz de terminá-lo.

Miha mãe voltou de BH, disse que assistiu "Pequena Miss Sunshine". Diz ela que em determinado momento, o rapaz de 15 anos diz ao tio, intelectual e depressivo: "eu gostatria de dormir e só acordar quando tiver 18 anos." O tio respondeu: "Que coisa horrível! Já imaginou a quantidade de sofrimento você desperdiçaria dormindo?!"

Hum... deu vontade de dizer isso.

Eu sou louca.

Passei na seleção para assistente da SOI. Entrei em uma nova base de pesquisa: sustentabilidade empresarial. Fora isso, sou monitora do curso a distância e faço dois cursos difícieis.

Agora pergunte se eu dou conta.

Não!
Eu vou me ferrar. Em algum momento, certamente, eu vou me ferrar.

Ok, desculpe. Deu vontade de falar.

Não se preocupe. Apenas tenha amigos despreocupadamente e divirta-se com eles, quando der. E ame despreocupadamente. Isso, talvez, faça a maior diferença.

Vc vem esse fim de semana?

Bjo!
Ana

10:17 AM  
Blogger Tiago Azevedo de Aguiar said...

Esse omi é esse omi mesmo, de rocha aê bóe
Federal essas parada de beterraba. Marca não.
=D

11:44 AM  
Blogger Monocóvica said...

Vc n precisa dizer nada.


Cuida da violeta e não afoga ela com a água...a medida certa é sempre o meio termo! Engraçado, é como pra tudo na vida.

Tou com saudades.

=**********

9:04 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home