domingo, junho 18, 2006

call it!

(num papel dobrado, em um lado tinha um labirinto e no outro quadrinhos vazios e esparços disputando uma página minúscula e palavras exceto a última, pq nada original tem a última palavra.)

Você
Que vence a vida
Vence a morte
E torna a nascer
Aprende os nomes outra vez
E vê as estrelas novamente
Você que cuida e é cuidado
Você que sara e é curado
E que serve e é servido
Da alma limpa, da boca livre
Do juízo que te convém
Você que soltou de seus ombros o mundo

Vá até o reino do reino
O núcleo do núcleo
O santíssimo lugar
E diga ao que é o que é
Que pedimos para que lembre
E que nos busque, outra vez,
Assim como você foi
Lembrado.

music of the day: Saudade dos Santos - O Meu Amor Marinheiro

"Eu tenho um ermo enorme dentro do olho. Por motivo do ermo não fui um menino peralta."
Manoel de Barros

3 Comments:

Blogger Júlia Rocha said...

[...]

4:48 PM  
Blogger Monocóvica said...

Não tenho um ermo, tenho uma monocova.

2:26 AM  
Blogger Monocóvica said...

Covinha: ao lado de alguns sorrisos, um pequeno buraco nas bochechas. Eu nasci, ao contrário de todos, com apenas uma. É, isso mesmo, eu posso estacionar na vaga de deficiente físico!!!

=*********

3:50 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home