sábado, maio 13, 2006

don't be stuck on it!

A célula perdeu o núcleo, a ferrari perdeu o motor
Embora ainda andem por força própria, perderam o rotor.
Meu Deus, do céu, quem sou?

...

sim, isso...

...

...

ok...

...

Pronto, pois sou, e um dia eu volto a viver. Meus dias pateticamente cinzas estão devidamente guardados em versos com rimas 10110, em títulos .zip e .rar.
Mas não estarão, pois eu escrevo para o passado que amanhã vai ser. Há loucura, há morte, há felicidade, no meu futuro?

Eu rio com a pergunta.

E me calo para ouvir música.

Não são mais vocês frases destrutivas que vão me deter. Eu estou aqui guardado em minha prisão, mas sempre as pessoas saem mais cedo por bom comportamento, não é isso?

Pois eis aqui minha concepção de liberdade: É não estar preso, mesmo quando preso.

Simples assim. Imensa desse jeito.

...

Eu não escrevo neste blog porque meu próximo post seria uma tristeza vergonhosa. Eu tenho vergonha desse lugar, me mostra o quão patético fico sendo. É preciso aparecer meu eu patético. Preciso saber onde extirpar.

Pois eis aqui minha concepção de solidão: uma árvore no meio do deserto. Ela não pode andar, tem água saido do lençol freático e pronto. Só.

Eu sou um bonsai num precipício.

Nada demais para este mundo.

Tomara que eu caia logo.

...

music of the day: Elomar, Xangai, Geraldo Azevedo, Vital Farias - Suíte Correnteza

"Quem não está louco é quem desconfia dos seus pensamentos. Sabe que a cabeça é enganosa(...). Nada garante que os pensamentos, aquilo que aparece projetado na tela da consciência, sejam verdade. A razão é desconfiada."
Rubem Alves

1 Comments:

Anonymous ianniu said...

rodrigo, vc anda tão... "emo" ultimamente.
:P
=)

1:46 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home