terça-feira, maio 03, 2005

Post it for pleasure!

Vou postar pelo prazer de postar. Me sinto um pouco febril hj, com péssimas disposições e muito para o que fazer. Meu humor não muda, mesmo que eu fique mais agitado ou mais concentrado. Não sei por que diabos a porcaria do linux acha q meu pendrive tá sem espaço. Mas ainda assim, estou de bom humor.

Estou em fase de mudanças. De novo? Bom, essas coisas costumavam acontecer demoradamente entre um vento e outro. Acho q isso faz parte da mudança... mudar com mais frequência... ou chegar a outro estágio. Sei lá, Só sei que estou gostando de separar-me de mim mesmo, neste momento. Preciso aproveitar. Mas ainda preciso saber até que ponto preciso me mover para mudar, e, pela frente, só vejo brumas...

... E por falar em brumas, de repente o caminho do fotolog se tornou esfumaçado também. É como se eu tivesse uma faca e um queijo e um pão e manteiga e fome na mão e não soubesse o que fazer. Um pão com queijo? Poderia... mas não quero. Gosto de pratos exóticos, e se ele não for bom, vou para outro. A vida...? "é siiimpleesss"! Exatamente, exatamente!

Bom, o que dizer mais? Ah, sim, ultimamente eu ouvi falarem muito sobre o tempo... Ninguém me perguntou, mas eis o que acho do tempo:

Inexprimível, o tempo não pode ser lutado contra. Talvez uma corrida, vc leva seu cavalo o mais rápido que pode até a linha de chegada antes dele. Alguém viu Seabiscuit? Sempre se deixa o cavalo correr pouco até chegar na reta final, depois, quando se chega nela, vc precisa olhar nos olhos do tempo e desafiá-lo. Aí vc corre. Vc perde, ou vc ganha. Ao perdedor, o ódio contra ele, ou a compaixão. Ao vencedor, a medalha.

Inexprimível, ele é nosso chão, assim como a Terra também o é. Ninguém pode contra a Terra. pode-se ameaçá-la com poluições e destruições, mas não se pode pará-la, a não ser por uma quantidade de energia impossível de conseguir. Mas a Terra nos prende, contra sua gravidade, nos impedindo de voar e de chegar em lugares incríveis (As naves te deixam voar um pouco, mas vc continua dependente de sua casa). Nem os pássaros podem voar tanto, e mesmo nos provocando inveja, não podem seguir para a infinitude do espaço.

O tempo é nossa Terra. Estamos limitados dentro de nosso próprio tempo. temos 100 anos ou menos para poder aproveitar a vida, assim como temos a Terra em sua maioria para aproveitar a vida. É preciso amar o Tempo, como se deve amar a Terra. Os velhos podem dizer melhor que eu, mas acho que se acharmos que os efeitos do tempo são coisas para ser desviadas, bem, elas não podem. Se nós maquiamos a Terra, também podemos maquiar o Tempo. Existem viajantes do Infinito? Talvez... Existem imortais? Talvez... O Tempo é inexprimível, e somos muito pequenos para ele se importar se devemos odiá-lo ou não. Respeitar é melhor, da mesma maneira que a morte... eu acho.

...

A mãe de um amigo faleceu por erros médicos. A mãe de outro amigo está extremamente doente. Gostaria de saber o que dizer a eles... Nada, talvez? Acho que não.

music of the day: Beatles - All You Need is Love.

"Lenda é toda narração em prosa de um tema confuso."
Anônimo, em uma questão do ENEM. Acredito q há bem mais de onde esta veio.

3 Comments:

Anonymous Stella said...

Não tem jeito, somos seres em mudanças constantes. Quando pensamos que "paramos"... lá vem alguma outra coisa.

Já vi o tempo ser comparado a diversas outras coisas, achei a sua muito original (e gostei muito!)

Quanto aos amigos... a companhia nessas horas é melhor do que mil fases de efeito. =]

Take care.
;]

1:37 PM  
Blogger elisa said...

achei uma coisa para colocar aqui. como qqr coisa que se diga, não é uma verdade, mas só um mote para mais reflexão:
.
"Há coisas que acontecem por causa do que virá a ocorrer depois, no futuro. Memórias do futuro produzindo acontecimentos atuais. Encontros que só farão sentido quando, no futuro, outras coisas ocorrerem.
O tempo não é apenas um rio que nos empurra do passado em direção ao futuro, esse mesmo tempo também é o mesmo rio, só que seu fluxo provém do futuro e se dirige ao passado, reinventando-o.
Você decide a maneira com que se relacionará com ele, e a sua decisão resultará no sentido de sua vida. Tudo é uma decisão. Dar sentido à vida pelo passado é uma decisão, e dá-lo pelo futuro ainda irrealizado também é uma decisão.
O que você vai decidir hoje?"
.
em O Sentido da Vida, de Oscar Quiroga
.
quiroga.net

9:22 AM  
Anonymous ianniu said...

*como eh q se usa essas tais tags???...


consegui te acompanhar finalmente...dentre tantas voltas em torno da coisa, parei de ficar tonta pra me fiar no ponto.
=)

concordo com tudo e adorei saber q o seu humor é de branco a amarelo...

e eu smepre fujo dessas situações de pesames pois nunca sei onde por as mãos.
Acho muito ruim mas pior mesmo e seguir o q eu escrevi na primeira linha desse "paragrafo".
Concodo com stella. Acho que essa eh a chave, mas qnd chgar a minha hora, eu vou entender qnd as pessoas tiverem medo da minha simples presença no ambiente.

2:21 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home